segunda-feira, 13 de Julho de 2009

Vários tipos de lobos

Lobo da montanha
O lobo da montanha e um lobo que passeia e anda por as montanhas a procura de comida.
Lobo cinzento




O lobo cinzento é um mamífero selvagem, pertencente à família dos canídeos, gênero Canis, considerado o ancestral do cão doméstico. Tem ampla distribuição geográfica, ocorrendo originalmente na Europa, Ásia e América do Norte. Ao longo dos séculos, o lobo foi um dos animais mais temidos e odiados pelo homem, e a caça e destruição do seu habitat o levaram a extinção em várias regiões em que antes era comum.

Lobo vermelho

O lobo-vermelho (Canis rufus) é uma espécie de lobo em perigo crítico de extinção, devido a pressões ecológicas.
O lobo-vermelho é nativo da
América do Norte e a sua área de distribuição era, originalmente, toda a zona sudeste dos Estados Unidos, leste da Pennsylvania, sul da Flórida e no sudeste do Texas. Hoje em dia existem apenas cerca de 250 exemplares, dos quais 200 encontram-se em cativeiro.
Costuma caçar nútrias,
coelhos, pássaros e outros pequenos roedores. Mas a população reintroduzida na Carolina do Norte também caça guaxinins e veados-de-rabo-branco. O corpo e a cabeça medem de 95 a 120 cm e a cauda de 25 a 35 cm. Em média pesam de 25 a 27 kg.
Vivendo em
liberdade, normalmente, possuem um único parceiro por toda a vida. Atingem a maturidade sexual no segundo ou terceiro ano de vida. O período de reprodução ocorre nos meses de Fevereiro e Abril. A fêmea às vezes é ajudada pelo macho a cavar ou encontrar uma boa toca para ter seus filhotes. Os filhotes nascem com os olhos completamente fechados e durante os 2 primeiros meses de vida são totalmente dependentes da mãe. Costumam permanecer com os pais até atingirem a maturidade, formando pequenos grupos familiares ou pequenos bandos. Estes grupos ocupam uma área que pode variar de 15 a 160 Km².
Acredita-se que o lobo-vermelho é um híbrido fértil do cruzamento entre o lobo cinzento e o coiote. Dessa forma, o conceito de espécie por isolamento reprodutivo não é aplicável ao lobo-vermelho.
Lobo ibérico
O lobo-ibérico (Canis lupus signatus) é uma subespécie do lobo-cinzento que ocorre na Península Ibérica. Outrora muito abundante, sua população actual deve rondar os 2000 indivíduos, dos quais cerca de 300 habitam a região norte de Portugal. A subespécie foi descrita pelo cientista espanhol Ángel Cabrera em 1907.


Lobo da neve

Lobos da neve são animais grandes e fortes. Podem chegar a ter 3m de extensão. Com seu nome sugere, sua pele é quase sempre branca como a neve, alguns são levemente acinzentados. Sua expeça pelugem não apenas o protege do frio, como ajuda a aquecer quem estiver tocando ela. Possuem presas grandes e afiadas que são ótimas para dilacerar suas vítimas. Para aumentar ainda mais a letalidade da sua mordida, possuem a capacidade de expelir uma secreção salivar que esfria seus dentes de tal forma, que chegam a causar dano por congelamento.